quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Caminhar por outra rua

Recebi de minha querida amiga Isa, Bela Isa, que agora mora em Brasília, o seguinte texto com a seguinte mensagem que quero compartilhar com vocês que eventualmente também estão, como nós, procurando outra rua para caminhar.

***

Sou um pouco mais otimista que você, Isa. Considero que estou passando do segundo para o terceiro capítulos (só não estou totalmente no terceiro por causa da palavra "imediatamente"). E acho que você também está! Pensa bem, quanto já não aconteceu na sua vida desde que você se mudou? Sem falar no de antes...

***


somente aos especiais, aos que como eu estão aprendendo a mudar o caminho, perceber o caminho, cair nos buracos, levantar de novo, enfim... descubram qual capítulo estão... eu acho que ainda estou no primeiro...beijo cheio de saudade!


Poema Budista Tibetano: 'autobiografia em cinco capítulos'

1º capítulo: Caminho pela rua. Há um profundo buraco no passeio. Caio lá dentro. Estou perdida... não sei o que fazer. Mas a responsabilidade não é minha. Preciso de uma eternidade para descobrir a saída.

2º capítulo: Caminho pela mesma rua. Lá está um grande buraco no passeio. Finjo que não o vejo. Caio outra vez. Custa-me crer que esteja no mesmo lugar... Mas a responsabilidade não é minha. Ainda preciso de muito tempo para sair.

3º capítulo: Caminho pela mesma rua. Há um profundo buraco no passeio. Vejo que está lá. Mas caio. Já é um hábito... Tenho os olhos abertos e sei onde estou. A responsabilidade é minha. E saio imediatamente.

4º capítulo: Caminho pela mesma rua. Há um profundo buraco no passeio. Passo ao lado.

5º capítulo: Caminho por outra rua.

isabela araujo silva
Bolog Alguns Estratagemas

Um comentário:

isaBela araújo silvA disse...

elena, valeu pelo querida amiga, e agradeço smepre sua visita no meu humilde blogue.
não acho que estou no primeiro, acho que fico zanzando entre um e outro, procurando me ajeitar de alguma forma e retomar o caminho, o mesmo ou um novo...
enfim, vale refletir.
beijoca.