quinta-feira, 30 de outubro de 2008

O meu lixo eletrônico não prejudica o meio ambiente

"Muitas pessoas entendem por lixo eletrônico os SPAM’s que são enviados em seus e-mails. Mas, quando você descarta um equipamento eletrônico que não possui mais utilidade, você está gerando um lixo eletrônico, também conhecido como 'e-lixo'. São materiais como pilhas, baterias, celulares, computadores, televisores, DVD’s, CD´s, rádios, lâmpadas fluorescentes e muitos outros, que se não tiverem uma destinação adequada, vão parar em aterros comuns e contaminar o solo e as águas, trazendo danos para o meio ambiente e para a saúde humana.
O problema é que o tempo de utilização destes produtos é cada vez menor. E não é porque eles deixam de funcionar, mas, sim, porquê com a rápida modernização das tecnologias, os aparelhos tornam-se ultrapassados em uma velocidade assustadora. No Brasil, por exemplo, o tempo médio de uso de um celular é inferior a dois anos (Ufa! Posso dormir com a consciência limpa. Meu celula já passou dessa idade há anos) e o de um computador é de quatro anos nas empresas e cinco anos nas residências.

(...)
A boa notícia é que boa parte deste lixo pode ser reutilizado em equipamentos novos ou reciclados em outros produtos. Basta que as pessoas dêem um destino adequado ao seu 'e-lixo'." (continue lendo a matéria)

Não devolva para a natureza o que ela não criou.



Campanha "Mutirão do Lixo Eletrônico". Para quem reside no estado de São Paulo.
Clique na imagem para ir ao site da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente e conhecer mais sobre a campanha.

Alguns dados interessantes publicados lá no site:

* Em 2007, no Brasil, foram comercializados 10,5 milhões de computadores. Estima-se um crescimento das vendas em 28%, para este ano;
* A previsão é a de que o Brasil vai duplicar o número de computadores até 2012, chegando à marca dos 100 milhões;
* Em 2007, pela primeira vez, o mercado brasileiro comercializou mais computadores do que televisores;
* O número de usuários de internet no país chegou a 41,5 milhões em março deste ano;
* Daqui a quatro anos, cerca de 1,8 bilhão de pessoas, ou 25% da população mundial, vão estar conectadas à rede mundial de computadores;
* Os Estados Unidos será o país com o maior número de internautas, mas o crescimento vai ser dar, principalmente, nos países emergentes, entre eles Brasil, Rússia, Índia e China;
* Em 2006, foram comercializados, no Brasil, 10,8 milhões de televisores novos;
* Com essa expansão, nove entre dez casas possuem aparelhos de televisão atualmente.


2 comentários:

isaBela araújo silvA disse...

e eu que acabei de comprar meu note e já penso no que será dele daqui a poucos anos...

Pri Guti disse...

Lixo eletrônico, lixo virtual, não importa. O que vale é dar bom uso a tudo o que temos, não ficar escravo da tecnologia. É difícl, mas ser consciente não é tarefa fácil nos dias de hoje né amiga?!